JOHAN BÅNGSBO

Não foi há muito tempo que a Suécia se viu perante um dilema de difícil resolução. Apesar do talento que sobejava em diferentes outras zonas do terreno, a posição de defesa central parecia poder vir a ser um problema no futuro. Do nada, porém, a afirmação de nomes como Hjalmar Ekdal, Isak Hien, Aiham Ousou e, especialmente, Johan Bångsbo, permitem a Janne Andersson encarar o futuro da seleção com outro otimismo deixando de recorrer ao eterno Marcus Danielson e estando menos dependente da saúde de Filip Helander ou Victor Lindelof, nem sempre os mais fiáveis do ponto de vista físico.

Estreante na Allsvenskan em 2022, Bångsbo foi uma das grandes revelações da temporada e, perante comparações com Virgil van Dijk, não surpreende que o interesse do Liverpool no concurso do jovem de 19 anos tenha já surgido na imprensa. Central moderno, Bångsbo destaca-se na qualidade com que constrói e sai a jogar desde trás aliado a uma solidez defensiva e maturidade tática impressionante para a idade que lhe permitiu ter terminado a época com médias muito altas em matéria de interceções e recuperações de bolas. É um defesa proativo que gosta de defender de forma agressiva, mostrando ainda capacidade para controlar o espaço livre nas suas costas, tal como o futebol atual das grandes equipas exige.

Em poucos meses, Johan Bångsbo saltou da obscuridade para se assumir como uma das mais entusiasmantes promessas do futebol sueco e principal esperança do país para a posição de defesa central e que, em teoria, ao lado de Isak Hien, pode vir a formar uma das melhores duplas de centrais do futebol europeu tal a sua complementaridade. Tecnicamente, em matéria de construção, e a quebrar linhas através do passe ou em condução, poucos ou nenhuns jogadores daquela zona do globo prometem tanto quanto Bångsbo. Um central completo, de perfil moderno, que parece talhado para jogar futebol ao mais alto nível.

, , ,

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *